Cases

Dia Mundial da Asma

Uma campanha de saúde cujo destaque foi uma manhã destinada aos asmáticos, com realização gratuita de exames para identificar o nível de controle da doença e orientações de profissionais de saúde sobre as melhores formas de evitar as crises de asma. Essa foi a principal ação referente ao Dia Mundial da Asma 2009 em Fortaleza (CE), promovido pela Comissão de Asma da Sociedade Cearense de Pneumologia e Tisiologia (CA-SCPT) e pelo Programa de Assistência Integral a Crianças e Adolescentes com Asma de Fortaleza (Proaica).

Desafios e soluções

O atendimento aos asmáticos, principal atividade da campanha, foi programado para o dia 2 de maio. Estavam formados os desafios do trabalho. A data correspondia a um sábado e era um dia depois do representativo 1º de maio (Dia do Trabalho), feriado. Esse contexto constituía tanto um desafio para atrair atenção para o assunto, quanto para o comparecimento da população. A estratégia adotada foi investir especialmente na divulgação pré-evento.

Resultados

No dia da campanha, a chuva forte se juntou aos demais componentes desafiantes. Entretanto, nem a chuva comprometeu os resultados. Os asmáticos compareceram bem como os veículos de imprensa, como os principais jornais locais, O Povo e Diário do Nordeste. As respectivas matérias foram publicadas na edição de domingo. Equipes de telejornais também fizeram a cobertura do atendimento à população. Essas conquistas foram fruto do trabalho pré-evento, que contou com publicação de artigo no caderno Ciência & Saúde, do jornal O Povo, bem como entrevistas em rádio e TV, uma delas ao vivo no Programa Tarde Livre, da TV Diário.


XI Congresso Brasileiro de Sono

O XI Congresso Brasileiro de Sono seria realizado pela primeira vez no Ceará. Como iniciativa da Associação Brasileira de Sono. A previsão era de um público de 1.200 participantes.

Desafios e soluções

O objetivo era proporcionar inserções na mídia desde dois meses anteriores ao Congresso, favorecendo as inscrições. Apesar de o assunto tender para a abordagem científica, foi buscado desde o planejamento das ações o viés de influência para a população dos diversos temas relacionados ao sono. Dois dentre os focos selecionados foram sonolência e prejuízo à aprendizagem – junto ao Dia do Professor – e impacto nos acidentes de trânsito – junto à Semana Nacional do Trânsito.

Resultados

O Congresso teve destaque em todos os meios de comunicação (jornal impresso, rádio e TV), incluindo veiculação de matéria com mais de 2 minutos em âmbito nacional no telejornal “Jornal Hoje”, da TV Globo. Vale destacar que o Congresso teve divulgação com reportagens de capa nos cadernos de saúde dos dois principais jornais locais: Diário do Nordeste (Viva) e O Povo (Ciência & Saúde), sendo que neste último a reportagem se estendeu por mais de três páginas inteiras. Outro espaço bastante privilegiado obtido foi a página temática de Opinião do Jornal O Povo, em que houve publicação de quatro artigos de especialistas em sono. Em rádio, vale destacar inserção no Programa Saúde do Povo (Rádio AM do Povo), de uma hora de duração. Conquistou-se espaço também de uma hora no Programa Rádio-Debate (Rádio FM Universitária).


XXXIII Congresso Brasileiro de Pneumologia e Tisiologia

O XXXIII Congresso Brasileiro de Pneumologia e Tisiologia, realizado pelas Sociedades Brasileira e Cearense de Pneumologia e Tisiologia, iria reunir 3 mil participantes, tendo ainda 20 palestrantes internacionais.

Desafios e soluções

O objetivo era proporcionar a divulgação do Congresso de maneira contínua. O fato de ser realizado em meio a um feriado, quando há poucas equipes de jornalistas cobrindo o factual, poderia prejudicar a cobertura da imprensa. Dessa maneira, com antecedência, buscou-se dar destaque a temas da área da pneumologia, associando-os à programação do Congresso. Outro desafio foi identificar informações e dados novos sobre a área, o que foi superado com pesquisas e foco na realidade local dos problemas pulmonares.

Resultados

Como resultados das atividades de assessoria de imprensa, o Congresso teve visibilidade na mídia em matérias nos cadernos de saúde dos principais jornais locais: O Povo (Ciência & Saúde) e Diário do Nordeste (Viva). Conquistou-se inclusive entrevista ao vivo no telejornal Bom Dia Ceará. Como fruto das ações antecipadas e contínuas, durante o Congresso, obteve-se cobertura diária do Diário do Nordeste, bem como inserções nos outros impressos, além de matérias em TVs: TV Verdes Mares, TV Jangadeiro, TV Diário, TVC e TV Assembléia. Em rádio, o Congresso ganhou visibilidade nas rádios Verdes Mares AM, Rádio O Povo, Rádio O Globo, Rádio Universitária.


Fruit Brasil

O encontro setorial Fruit Brasil, co-financiado pela Comissão Européia, por meio do programa Al-Invest III, iria reunir empresários brasileiros e europeus e tinha a previsão de que movimentaria cerca de R$ 600 mil. O evento seria uma das novidades da Frutal 2005 (Semana Internacional de Fruticultura, Floricultura e Agroindústria).

Desafios e soluções

O objetivo do trabalho era manter o cliente em exposição na mídia desde o lançamento da feira até a realização da Frutal 2005, dando destaque ao Fruit Brasil, num evento que promovia inúmeras atividades, o que poderia resultar na dispersão de divulgação. Outro entrave era tornar mais acessível o assunto, buscando trabalhar os temas da forma mais objetiva possível.

Resultados

Foram conseguidas várias inserções na mídia, muito antes da realização do evento, o que resultou no cadastro de vários empresários cearenses no Fruit Brasil. Durante a semana do evento, obteve-se divulgação em todos os jornais locais. Destaque especial para a sessão de opinião temática publicada pelo jornal O Povo, que disponibilizou toda uma página para debater o assunto. Também se conseguiu espaço em rádio e na TV Verdes Mares.


Seminário sobre o Protocolo de Kyoto

Seria realizado, em Fortaleza, o “I Seminário sobre o Protocolo de Kyoto – Possibilidades de Investimento no Âmbito do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo”. Esse seria o primeiro evento em conjunto do escritório Veirano Advogados com as Câmaras Brasil-Portugal, Brasil-China e Brasil-Israel.

O seminário iria debater ações que colaboram para o desenvolvimento sustentável, ao mesmo tempo que são oportunidades de negócios. Essas iniciativas são elegíveis para o mercado de projetos de redução de GEEs (Gases de Efeito Estufa). Há inúmeras possibilidades de projetos, como tratamento ou geração de energia em aterros sanitários. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC), esse mercado deve movimentar 34 bilhões de euros no mundo até 2010.

Desafios e soluções

Divulgar o evento para alavancar as inscrições, visto que se tratava de seminário pago. Outro problema era “traduzir” o assunto, levantando as principais regras do protocolo de Kyoto e a importância para a economia local. Era preciso também destacar a urgência de se debater o tema, dando ênfase aos problemas ecológicos. Em relação ao evento, as empresas realizadoras receberam orientação no planejamento de ações e teve-se o cuidado de orientar o evento para os seus públicos-alvos, consolidando canais de comunicação efetivos com governos, terceiro setor, parceiros estratégicos etc.

Resultados

Como o assunto requeria aprofundamento, foram trabalhadas publicações de artigos no Diário do Nordeste no Jornal O Povo (que publicou uma página temática de opinião sobre o assunto). O pré-evento foi eficiente para fazer a divulgação do seminário. Foram publicadas inúmeras matérias durante o mês que antecedeu a sua realização, o que aumentou o número de inscritos.

Durante a semana do evento, obteve-se destaque em todos os jornais locais, incluindo cobertura no dia do seminário. O programa jornalístico Bom Dia Ceará divulgou a realização do evento.


Filme: Flor de Pessegueiro

O escritório Ribeiros Consultores Associados, em comemoração aos 15 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente, promoveu a exibição do aclamado documentário catarinense “Flor de Pessegueiro”, da cineasta Ângela Bastos. Essa foi a primeira exibição do filme no Nordeste. A película tem como tema a denúncia de violência sexual contra crianças e adolescentes.

Desafios e soluções

O objetivo do trabalho era dar viabilidade à exibição do filme, mas sem relegar a segundo plano o realizador do evento. Era necessário divulgar a ação como uma atividade de responsabilidade social do escritório, ressaltando a importância do debate sobre o assunto. Foi implementado um trabalho não apenas de assessoria de imprensa, como também de Marketing Cultural, para a formação da imagem pública do cliente, valorizando a preocupação social da entidade.

Resultados

Os jornais impressos deram grande cobertura ao assunto. No Diário do Nordeste e no jornal O Povo, os cadernos de cultura trouxeram análises positivas da película, entrevista com a cineasta e com integrantes do escritório de advocacia. Ambas as matérias ocuparam uma página completa. Sensibilizados pelo tema, colunistas deram destaque à exibição do filme, e o jornal O Povo chegou a publicar um editorial sobre o assunto. Houve entrevistas em rádio, e todas as TVs locais noticiaram a exibição do filme. Ademais, foram conseguidas entrevistas em programas de variedades.


Apresentação Serviços | Equipe | Clientes | Depoimentos | Contato


Anúncios